Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Nunca te distraias da Vida.

por Duarte Génio, em 22.11.15

 

MARCO 2010 001

 

Nasci numa família disfuncional,no longínquo ano de 1976 no norte de Portugal.

 

A ditadura de Salazar,vinha apenas de terminar em 25 de Abril de 1974.Foram tempos complicados,difíceis e numa família disfuncional,a vida ainda era mais complicada.

 

A vida continuou ao seu ritmo,por vezes lento,por vezes corria,mas como sempre o tempo não parou.

 

Quando tinha 23 anos acabado de casar,sofri de ataques de pânico ,mais ou menos violentos,e na época o Transtorno do pânico era pouco conhecido.Como não sabia do que padecia,entrei em depressão e Agorafobia.Foram tempos difíceis e conturbados,mas o trabalho e a vontade de viver salvaram-me de um ato de loucura.

Enfim em 2004 consegui dar um nome à minha doença,e ufa que alivio de saber que afinal não estava a ficar louco ou algo do género.Fiz Terapia comportamental e cognitiva em Bruxelas onde vivia na época,tive um tratamento com antidepressivos e a vida começou a melhorar.

É aqui que quero chegar,com o tema do texto; Nunca te distraias da Vida.E porquê?????

face2.jpg

 

Porque um dia um barco naufragou,e apenas deixou um sobrevivente que foi parar numa ilha deserta.Embora para o sobrevivente,ter ficado com vida também não foi fácil viver sozinho durante muitos meses,mas o homem com o tempo foi obrigado a reagir,foi obrigado a procurar comida visto estar farto de beber agua de coco o tempo todo.

Até que um dia aprendeu a pescar,a fazer uma fogueira e aos poucos foi-se habituando a viver melhor.Chegou à conclusão que tinha de construir uma casa de madeira,para se proteger do frio e do vento.O tempo passava e um dia enquanto o homem caçava caiu uma grande tempestade sobre a Ilha,e para a desgraça daquele homem a sua casa foi destruída por um raio que a incendiou.quando a tempestade amanhou,o homem ao voltar deparou-se com a sua casa a arder,e aí disse para ele mesmo;DESISTO.deitou-se na areia e desistiu de viver,chegou ao fim dos seus sonhos,dos seus esforços,das suas crenças e perdeu todas as esperanças.

 

Sentiu-se embalado pelas ondas do mar,estranho sinto-me balouçar deve ser a "morte" a chegar,mas como quero vê-la vou abrir os olhos uma ultima vez......;seja bem vindo a bordo do meu Navio,sou o capitão Amaro vamos curar as suas feridas e dar-lhe de comida,visto que me parece esfomeado.

O homem ainda atordoado perguntou;como vim aqui parar? Ao que o Capitão respondeu;vinha a passar ao largo desta pequena Ilha,e foi avistado uma grande nuvem de fumo e pensamos que alguém estava a pedir socorro.E foi assim que o encontramos no areal quase inconsciente......mas não se preocupe dentro em breve estará de novo de pé e em plena forma e aí teremos muito tempo para conversar.

face30..jpg

 

Moral da historia;muitas vezes quando pensamos que chegou o fim,é tempo para um novo começo,uma nova aventura,uma nova historia é tempo de acreditar de novo numa nova esperança.

 

Hoje com quase 40 anos de idade,sou feliz com a vida que tenho,estou grato pelas conquistas que alcancei,sinto-me mais vivo do que nunca,a depressão foi-se,o medo esfumou-se,a alegria voltou e a esperança nunca morreu.

 

Aprendi que nada é eterno nem mesmo o sofrimento,aprendi que temos que lutar pelos nossos sonhos,aprendi que o AMOR é a maior "arma" que o homem possui,aprendi que viver é o maior objectivo da vida,aprendi que a qualidade de vida é o segredo,aprendi que as coisas simples trazem os maiores tesouros escondidos no seu interior,aprendi que o silêncio é uma das maiores curas que existe,aprendi a deixar o tempo fluir livremente,aprendi que não podemos controlar as nossas vidas,mas podemos mudar o curso da nossa historia,aprendi que praticar meditação,reiki,sofrologia,respiração diafragmática,ioga fazem bem à ALMA.

 

Hoje sou um homem mais feliz,mais bondoso,mais carinhoso,mais respeitoso,mais realizado,mais alegre,mais calmo,mais bonito,mais tranquilo,mais saudável,mais sábio e tudo isso graças ao tempo que passei sozinho naquela Ilha.

O Autor.           Duarte Génio.    Copyright 2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Posts mais comentados


Pesquisar

  Pesquisar no Blog